Vídeo impressionante mostra redemoinhos no local em que Domingos Montagner morreu

foto-pronta

Um condutor de Jet Ski, que preferiu manter em sigilo sua identidade, contou sobre as fortes correntezas e gravou um #Vídeo que mostra os grandes redemoinhos encontrados na área onde o ator Domingo Montagner foi morto, na área conhecida como “Prainha”, localizada no Rio São Francisco, na cidade de Canindé, em Sergipe. A #Morte do ator, na última quinta-feira (15), chocou a todos devido a sua repentinidade. A atriz Camila Pitanga estava com ele e conseguiu sobreviver ao se segurar em uma pedra.

O condutor do Jet Ski que aparece no vídeo conta que ao passar próximo à hidrelétrica de Xingó pelas águas do Rio São Francisco, percebeu a existência de muitos redemoinhos e correntezas. Comenta ainda que o local da morte de Domingo Montagner é o único lugar que se vê uma carreirazinha (sic) de água, além de se espantar com um enorme redemoinho.

O espanto do condutor de Jet Ski e de seu amigo, que estava na garupa, é tão grande que eles contam ter parado em cima do redemoinho e sentirem o veículo ser puxado rio abaixo. Ficam impressionados com a força da correnteza naquele local e associam esse redemoinho com a morte do ator.

A região de “Prainha” é apontada por muitos especialistas como uma área bastante perigosa devido a quantidade de pedras existentes, as correntezas e também por ser próximo a uma usina hidrelétrica, a hidrelétrica de Xingó. Veja o vídeo

Gabriel Le Campion, Oceanógrafo, em entrevista, diz que a proximidade de “Prainha” com a hidrelétrica provoca correntezas ainda mais fortes devido a ação de turbinas e outros fatores da barragem, que alteram o fluxo de água na região. Enfatiza também que muitas vezes os rios são mais perigosos do que os mares. Isso ocorre devido ao fato das pessoas julgarem a calmaria do rio pela sua superfície, que muitas vezes engana, porque as correntezas inferiores podem estar mais fortes do que imaginam.

Além disso, Gabriel Le Campion nos alerta sobre o perigo dos rios com suas correntezas e redemoinhos, que sugam as pessoas com uma força muito intensa, principalmente no Rio São Francisco, que possui áreas de extrema profundidade e perto de usinas hidrelétricas.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *