Unhas arroxeadas podem ser sinal de que algo grave está acontecendo em seu corpo

foto pronta

As unhas, além de seu valor estético, podem servir como verdadeiros indicadores de saúde. Logo, alterações de formato, textura, resistência e cor podem sinalizar que algo de errado está acontecendo em nosso organismo – exceto para os casos de hematomas.

Por exemplo, unhas quebradiças podem significar uma deficiência de vitaminas no corpo. No entanto, a preocupação maior está com o aparecimento de uma coloração roxa, que pode sinalizar alguns problemas graves de saúde, tais como doenças

As unhas são na verdade anexos cutâneos que, assim como a pele, podem ser acometidas de doenças. Conforme sugerido pela especialista Dra. Linda Mayer, do Tibbs Institute, diferentes tipos de problemas nas unhas podem indicar a existência de alguns problemas no organismo que muitas vezes necessitam de rápido diagnóstico. Por exemplo, manchas amareladas e esverdeadas podem ser um sinal de micose, mas, no caso das unhas que recebem coloração roxa, a atenção tem que ser mais especial.

Segundo ela, esse fator pode significar algumas condições preocupantes, como diversas doenças nos rins, problemas no coração, insuficiência adrenal crônica – um distúrbio hormonal causado pelo mal funcionamento das glândulas próximas aos rins; enfisema, bronquite e asma – nesse caso as unhas ficam roxas devido à falta de oxigenação; meningite, septicemia, problemas no fígado, endocardite bacteriana – uma infecção das válvulas do coração causadas por bactérias; e policitemia – que caracteriza uma alteração na concentração dos glóbulos vermelhos.

Além das cores, o formato das unhas também apresenta alguns sinais. Por exemplo, as arredondadas podem indicar problemas cardiovasculares ou pulmonares, como asma e bronquite. Já as unhas que apresentam muitas ondulações e crescem avermelhadas podem indicar diabetes.

Logo, o ideal é que ao notar qualquer uma dessas indicações você procure ajuda médica para um potencial diagnóstico e realização do tratamento indicado.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *