Uma carta honesta de um homem infiel aos homens casados

foto-pronta

Cada caso de traição tem características específicas e diferentes, mas muitos começam por causa de motivos parecidos. Este homem explica um pouco o que aconteceu com ele e o que ele aprendeu com essa experiência. Ele também dá dicas de como evitar esse tipo de erro. Então, se você é casado, leia esta carta atentamente.

Caro amigo comprometido…

Eu me casei com uma mulher incrível, que sempre me deu valor e esteve do meu lado nos momentos difíceis. É claro que sempre tivemos problemas, como todo casal. O culpado sou eu e somente eu. Não me acho garanhão e nem melhor que ela, pelo contrário, ela é melhor que eu por suportar o homem que me tornei e a maneira que a tratei.

Trair é errado, muito errado e todos nós, homens, sabemos disso. Eu não sei por certo onde tudo começou e por que eu fui parar onde eu parei. Mas tenho certeza que começou há muito tempo. Acredito que traição não acontece de uma hora para outra.

Após alguns anos de casados nós caímos na rotina, as contas começaram a chegar, os filhos foram nascendo e os problemas aumentando. Eu e minha esposa nos afastamos emocionalmente e eu comecei a ter inseguranças internas. Ou foi o contrário, eu comecei a ter inseguranças e então nos afastamos, mas não sei por certo a ordem dos dois.

A infidelidade não acontece porque o homem é um cafajeste (em alguns casos sim, mas em outros casos isso não se aplica), a infidelidade ocorre até em lares em que os homens são bons maridos e bons pais. A infidelidade ocorre por causa de problemas internos, de incertezas e do desejo que o homem tem de se sentir desejado.

Eu fui me deixando levar por coisas que eu achei que não me levariam a este ponto terrível de minha vida. Começou com pensamentos errados, assistindo coisas que eu não deveria ver, escondendo coisas de minha esposa e dando liberdade para pessoas erradas. Até que uma mulher se mostrou interessada em mim e aquilo não parecia mais tão errado. Por eu estar já cometendo vários outros deslizes contra a minha esposa, dormir com uma mulher que me desejava não parecia tão errado, parecia, sim, uma necessidade.

Foi um erro, o maior dos meus erros. Logo após o erro prometi que não o faria mais, mas não contei nada a minha esposa. Afinal, eu não queria acabar com o meu relacionamento por causa de um erro que eu nunca mais faria. Eu estava errado de novo. Fui egoísta e pensei somente em mim ao não assumir e contar o meu erro. Se não somos honestos e não procuramos ajuda para vencer adversidades, nós acabamos cometendo os mesmos erros de novo e de novo. E foi isso que aconteceu comigo. Eu me deixei levar novamente e traí minha esposa novamente. Foi então que eu percebi que eu precisava de ajuda e precisava ser honesto, mesmo que isso significasse consequências sérias. Até porque as consequências chegariam de uma forma ou outra.

Os homens traem não por causa da parceira que escolheram casar, nem por causa do trabalho que têm ou por causa do relacionamento. Eles traem por problemas internos, por insegurança. E tudo começa com ações simples que parecem inofensivas, como sair com amigos solteiros, ter conversas íntimas com outras mulheres e mentir para a esposa. É triste pensar que toda essa dor que eu causei poderia ter sido evitada se eu tivesse evitado certos pensamentos, ações e pessoas.

Os homens que estão tomando esse rumo em suas vidas devem ter em mente que trair não o fará mais homem. Você não se sentirá mais desejado, pelo contrário, você se sentirá um lixo. Foi assim que me senti. Seja honesto com sua esposa, fale a verdade, tente se aproximar dela, ainda há tempo de arrancar isso dentro de você. A traição nunca preencherá o vazio que você sente, quem pode preencher esse vazio é você mesmo e a sua família.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *