Uma carreta acabou com a vida dela. Mas o que aconteceu meses depois de sua morte, deixou o mundo inteiro comentando.

foto pronta

A maioria das crianças fica ansiosa pelo dia de seu aniversário todo ano. Normalmente tem um bolo grande, muitos balões coloridos, uma festa legal com todos os seus melhores amigos, e talvez o mais importante: os presentes. Enquanto a maioria delas sonha em ganhar um novo brinquedo ou vídeo game, Rachel Beckwith, de Washington, EUA, pediu algo bastante diferente para o seu aniversário de 9 anos.

Rachel ficou sabendo que há lugares no mundo onde pessoas morrem porque não têm acesso à água potável. Isso foi muito chocante para ela. Ela simplesmente não conseguia entender que não houvesse água limpa – algo que ela dava pouca importância – acessível em todos os lugares e que a vida das pessoas acabava mais cedo como resultado disso. A garotinha quis fazer algo a respeito, então, para o seu aniversário de 9 anos ela pediu a toda sua família e amigos que doassem dinheiro para uma instituição de caridade que cuidasse deste problema. O objetivo dela era arrecadar 300 dólares (cerca de R$ 950,00). Quando o dia de seu aniversário chegou, ela contabilizou todas as doações que recebeu e ficou desapontada ao saber que ela não tinha atingido a sua meta: ela arrecadou “apenas” 220 dólares (cerca de R$ 730,00). Mas Rachel foi resiliente e forte e não deixou isso desanimá-la. A menina convincentemente disse à mãe que iria tentar mais no ano seguinte e fazer seu sonho se realizar.

Um mês depois do aniversário de Rachel, ela e a mãe estavam dirigindo ao longo de uma rodovia quando uma carreta bateu na traseira delas e de mais 14 veículos criando um engavetamento enorme e mortal. Rachel e sua mãe foram levadas imediatamente para a emergência. Enquanto a mãe da menina foi liberada do hospital na tarde do acidente, Rachel, que estava sentada no banco de trás do carro, estava em estado crítico e mal resistindo aos ferimentos. Controlando as lágrimas, a mãe dela viu enquanto Rachel estava sendo tratada na UTI e implorou a ela para se manter forte. Três dias depois do acidente, ficou claro que a menina não conseguiria se recuperar dos ferimentos e sua família tomou a dolorosa decisão de retirá-la dos aparelhos que a mantinham viva.

Algumas semanas depois da morte de Rachel, um pastor da igreja que ela frequentava comentou a respeito do esforço que a menina vinha fazendo para arrecadar dinheiro para instituições que cuidam do problema da falta de água potável, e reabriu a página de doações que ela e a mãe estavam administrando. Pela internet, a notícia do último desejo de Rachel de fazer a água potável ser mais acessível em todas as áreas do mundo se espalhou rapidamente. A história dela emocionou muito as pessoas, e as doações começaram a inundar o site.

No início de outubro, o sonho de Rachel virou realidade: ela ultrapassou a meta inicial de arrecadar 300 dólares juntando a enorme quantia de $1.271.710 (cerca de R$ 4.200.000,00). Esse dinheiro foi destinado a ajudar 37.700 pessoas (uma grande porcentagem delas da Etiópia) a terem um melhor acesso à água potável. O vídeo abaixo conta um pouco da história de Rachel e das pessoas que ela ajudou

Quanto impacto o último desejo desta garotinha teve! A família dela pode se orgulhar muito dos feitos maravilhosos que esta pequena conseguiu realizar em sua curta vida e além.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *