Todos se recusam a ajudá-ló.Até que ela o vê se arrastando na praia e decide mudar seu destino!

foto-pronta

Felicidade. Está aí um sentimento que demorou (e muito) a fazer parte da vida de Leo, um cachorrinho completamente perdido e machucado.

Mas nem tudo estava perdido. Um dia, durante suas férias, a modelo canadense Meagan Penman decidiu ir para a Tailândia. Só não esperava que iria encontrar um cachorro arrastando seu corpo pela areia.

Quem poderia tê-lo deixado ali? Logo, ela sabia o que deveria fazer: levá-lo ao veterinário. Lá foram realizados exames de Raio-X que mostrou que sua coluna estava quebrada.

O pior de tudo? A situação de Leo era tão séria que nenhum resgate quis ajudá-lo. Ou seja, sua vida poderia acabar ali mesmo. É claro que isso tudo teria acontecido se não fosse por Meagan que decidiu levá-lo para o Canadá com ela.

A tarefa de levá-lo no avião não foi nada fácil. Pelo menos, com diversas doações online, a modelo conseguiu reunir US$2,000 necessários para pagar as necessidades especiais de sua viagem.

E não é que deu tudo certo? Quero dizer, dois meses após seu resgate, Leo estava pronto para ir para um novo lar. E nem estava ligando muito por todo aquele tempo viajando.

E apesar de todo o resgate ter ocorrido graças à Meagan, ela não poderia mantê-lo. Afinal, sua vida demandava muito tempo fora, o que a impediria de atendê-lo. Contudo, por meio de uma página criada no Facebook, ela conseguiu achar uma dona, Jamie, que cuidaria muito bem do animalzinho.

Agora, todas as contas e cuidados veterinários foram pagos por conta de doações e um centro de reabilitação de animais, a K9 Carts, o ajudou a ter sua própria cadeira de rodas para ajudá-lo a andar novamente.

E ele está indo incrivelmente bem. Apesar de ter que passar por diversas operações por conta de problemas em seu trato urinário, Leo parece feliz novamente. E parece não ter se importado muito em usar fraldas por enquanto.

O mais bonito de tudo isso é que mesmo que ele tenha sido completamente abandonado, conseguiu encontrar compaixão o suficiente para salvá-lo e deixá-lo em um bom lugar de novo. Quem sabe ele não volta a andar no futuro?

O que você acha? Está na torcida?

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *