Todos os dias o cachorro esperava por esta garota. Quando ela fez 5 anos, tudo mudou de repente!

foto pronta

Muitas pessoas têm uma imagem ruim de cachorros de briga. Pitbulls e outras raças semelhantes são as maiores vítimas do preconceito. Mas a história desse animal mostra que o caráter de um cachorro não depende de sua raça.

Greg Heynen tinha exatamente este preconceito contra o pitbull-labrador de sua mulher. Desde que ambos passaram a morar juntos e ela trouxe o cachorro (Zack), ele parece odiá-lo. Ele se comporta de maneira inquieta e agressiva perto de Greg. Greg fica ainda mais preocupado por saber que sua filha está para nascer. É assim que ele descreve a história

“Eu e minha mulher temos dois cachorros. Antes de nos conhecermos cada um tinha um e trouxemos ambos para a nova casa. O cachorro dela era um pitbull-labrador chamado Zack e ele me odeia. Quando nossa filha nasceu, eu disse à minha mulher: “Se ele chegar perto do bebê uma única vez, ele terá de ir embora!”

Nós levamos nossa filha para casa e os dois cachorros a cheiraram e lamberam balançando os rabos. Eu tive que afastar o Zack porque ele não queria parar de lambê-la. Deste momento em diante Zack se tornou o protetor da minha filha e quando ela estava sentada em algum canto do chão ele também precisa ter pelo menos uma pata naquele canto.

Zack idolatrava minha filha e quando ela ficou mais velha ele dormia na cama com ela. De algum jeito ele sempre sabia quando era hora de dormir e esperava toda noite ao pé da escada por ela, para segui-la para a cama.

Zack foi envenenado por um vizinho idiota e nós tivemos um dos piores dias de nossas vidas. Quando vimos como nossa filha se despedia dele, enquanto ele estava imóvel no chão, eu e minha mulher choramos de soluçar.

Neste dia, às 20h00, minha filha subiu as escadas para seu quarto. Neste momento nós entendemos de repente o que estava realmente acontecendo. Pela primeira vez em cinco anos, minha filha não tinha o Zack subindo as escadas ao seu lado. Ela olhou para mim e sua mãe com medo e pânico nos olhos.

Neste momento levantou o meu cachorro, que minha filha sempre amou, mas nunca concorreu com o Zack, e esbarrou a cabeça nela. Ele colocou uma pata na escada e olhou de novo para ela. Os dois foram para a cama juntos e minha filha o apertou fortemente contra si.

Durante os próximos seis anos, até sua morte, Sam a esperou toda noite ao pé da escada”.

Que história tocante de uma família e seus dois cachorros, que com seu amor e lealdade conquistaram a todos. Compartilhe esta história com todos que você conhece para mostrar que um cachorro é sempre o reflexo do seu dono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *