Protegida nos EUA, Mulher com dossiê para derrubar LULA, aguarda volta de Sérgio Moro

Saúde vida e família,trazendo noticia para você!!!

O ano de 2017 promete ser assustador, ex-mulher do ex-deputado preso Valdemar Costa Neto a senhora Maria Mendes Caldeira está sob proteção Total nos Estados Unidos,  para onde foi levada no o último dia 5 de Janeiro, ela disse de forma oficial aos oficiais americanos que sofre ameaça dentro do Brasil por está guardando um grande dossiê que revela esquema do seu ex-marido e outros grandes políticos, juntamente com o chefe mor da quadrilha o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva junto também com esse presidente da Câmara Eduardo Cunha
A informação de sua advogada Maristela Bastos a folha de São Paulo ela ofereceu uma grande papelada aos Procuradores brasileiros mas não teve nenhuma garantia deles que a sua segurança estava garantida.

Foi então que ela solicitou ao serviço secreto dos Estados Unidos uma ajuda para garantir a sua integridade física a ex-mulher do deputado federal Valdemar Costa Neto aguarda o retorno das férias do Sérgio moro juiz federal que está à frente das investigações da lava-jato,  e aí sim ela pretende entregar um dossiê que promete, ser a maior bomba de 2017 depois da delação premiada de Marcelo Odebrecht

Os papéis revelariam também a existência de dois cofres alugados em bancos no Uruguai e em Portugal, onde políticos brasileiros guardariam diamantes de operações feitas na África.

Os papéis revelariam também a existência de dois cofres alugados em bancos no Uruguai e em Portugal, onde políticos brasileiros guardariam diamantes de operações feitas na África.

Já os dados do dossiê teriam sido obtidos por uma empresa americana especializada em rastrear atos de lavagem de dinheiro e corrupção, contratada por Maria Christina assim que o casamento com o ex-deputado começou a degringolar.

Ainda segundo a Folha, Valdemar, então presidente do PL, que hoje é PR, foi denunciado no mensalão acusado de embolsar dinheiro em troca do apoio de seu partido ao governo Lula e, depois, foi condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a sete anos e dez meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em 2013. Ficou 11 meses na cadeia até receber o benefício da prisão domiciliar. No ano passado o ministro Luís Roberto Barroso (STF) perdoou sua pena.

Vamos aguardar para ver mais esse capítulo da novela chamada Brasil!

(via agencia de noticias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *