Pesquisadores observaram as jovens mulheres da Amazônia e ficaram impressionados com o que viram.

foto-pronta

Bem no meio da selva amazônica, com seus vastos afluentes de rios, ainda existem numerosas regiões não descobertas. Não é incomum pesquisadores descobrirem animais ou espécies de plantas completamente novos. E às vezes, eles até se deparam com pessoas indígenas que mal tiveram contato com o mundo exterior. Os índios Awa são um exemplo disso.

Seu jeito de viver é caracterizado pelo forte laço entre os membros da tribo e sua ligação com a natureza. Essa proximidade levou a outra prática extrema: as mulheres Awa amamentam os animais dos quais elas cuidam. Antropologistas ainda não tinham visto isso antes.

Para os Awa, os humanos e os animais são membros da mesma família. Eles amam este relacionamento simbiótico. Em troca de proteção e comida, os animais buscam frutas das árvores e quebram a casca de alimentos como nozes, por exemplo.

Esse grupo indígena vive no norte do Brasil e não está familiarizado com o mundo exterior por causa da distância em que vive do ponto mais próximo de civilização.

Por causa das plantações ilegais, caçadores e madeireiras, as tribos indígenas da Amazônia já foram quase completamente erradicadas. Havia milhares de pessoas pacíficas vivendo na floresta, mas agora a população está estimada em um pouco mais de 300.

Os Awa contam sua história com suas próprias palavras neste vídeo (com legendas em inglês)

É incrível como as culturas isoladas se adaptaram ao ambiente e desenvolveram tradições únicas e costumes. Esperamos que o governo finalmente proteja a floresta amazônica, não só pela sobrevivência geral dos ecossistemas e do nosso planeta, mas também para que as culturas antigas e intocadas como a dos Awa continuem a viver sem serem perturbadas e massacradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *