Ninguém tem permissão para entrar no apartamento dessa idosa. Quando a ela finalmente deixa alguém entrar, fica evidente o porquê.

foto-pronta

Lucy Ashen, 39 anos e mãe de três crianças, vive em seu apartamento em Londres (Inglaterra) há 21 anos. Ela conhecia sua vizinha, uma idosa, apenas de vista. Ela sabia que essa senhora não tinha ninguém para cuidar dela.

A vizinha era muito excêntrica e vivia em um pequeno apartamento de um quarto sozinha. Ela não confiava nas pessoas do prédio e nunca deixou ninguém ver o apartamento dela.

Lucy também sabia que ela estava lidando com problemas físicos. Ela pensou que a idosa talvez precisasse da ajuda que ela era incapaz de pedir.

Lucy tentou conquistar a confiança da vizinha por várias vezes. Mas levou anos até que ela se sentisse confortável o bastante com Lucy para finalmente abrir sua porta e deixá-la entrar no apartamento.

O que Lucy viu foi algo muito pior do que ele temia.

O chão estava coberto de sujeira e imundice. Móveis e roupas estavam esfarrapados e cheios de buracos.

Não havia quase nada para comer na cozinha.

A idosa não havia tomado banho por mais de 13 anos e dormia em um colchão sujo no chão.

Lucy tinha visto o bastante. Com a ajuda da filha de 14 anos, ele encarou a árdua tarefa de limpar o apartamento. Elas jogaram fora todos os móveis e limparam por um total de 60 horas, até os cômodos ficarem apresentavelmente limpos.

Como elas não tinham muito para dar, ela foi para o Facebook pedir por doações de comida, vestuário, móveis, e uma lista de outros itens.

Lucy mal pôde acreditar no que aconteceu depois. As pessoas que leram o pedido de ajuda encheram a vizinha idosa de ajuda e generosidade. Dentro de 24 horas, ela tinha conseguido 80% dos itens da lista.

Em pouco tempo a idosa tinha uma boa cama com lençóis limpos, bons móveis, roupas bonitas, três refeições ao dia, e acima de tudo, amigos.

Lucy e sua nova amiga agora são vizinhas próximas.

Que legal ver que tantas pessoas reagiram com carinho e apoio quando alguém que elas não conheciam precisou de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *