Mulher cega não sabia que estava morando com o cadáver do próprio filho há 20 anos

foto-pronta

Os restos mortais de um homem de cerca de 50 anos foram encontrados na casa de sua mãe, Rita Wolfensohn, uma moradora do bairro do Brooklyn, em Nova York (EUA). Rita é cega e é conhecida na região por acumular diversos itens.

Segundo as informações da matéria do New York Post, a polícia trabalha com a hipótese da mulher estar vivendo ao lado do esqueleto do filho por até 20 anos e nem sabia disso.

A descoberta foi feita no dia 15 de setembro, quando um parente foi até a casa de Rita para buscar alguma coisas e levá-la ao hospital, pois a mulher havia sofrido uma queda. Em um dos quartos do segundo andar, cunhada Josette Buchman encontrou um esqueleto “totalmente intacto”, vestido com calça jeans, meias e uma camisa.

“É como se fosse uma cena ‘reversa’ de ‘Psicose'”, comentou um dos policiais, fazendo referência ao filme de Alfred Hitchcock onde o personagem Norman Bates mantinha o esqueleto de sua mãe morta.

Os investigadores acreditam que Rita talvez não soubesse que vivia com o esqueleto do filho, já que o quarto estava cheio de entulho, e “cheirando a comida podre”. Quando questionada sobre o filho, a mulher contou apenas que ele “havia se mudado”.

A cunhada, Josette, afirmou que não falava com Rita já há alguns anos. A polícia ainda não identificou o corpo, mas disse ter provas suficientes de que se trata do filho da acumuladora. Rita teve dois filhos: Louis – que não era visto há cerca de 20 anos – e Michael, que morreu em 2003 aos 38 anos. Seu marido, Jesse, morreu em 1987.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *