Marina Silva diz que Dilma e Temer são farinha do mesmo saco!

foto pronta

A poucos dias da decisão sobre o destino político da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), a ex-senadora Marina Silva (Rede-AM) repetiu mais uma vez que o impeachment da petista é justo e criticou o presidente interino Michel Temer. As declarações foram dadas neste sábado em Olinda durante um ato de campanha de Antônio Campos (PSB), irmão do ex-governador Eduardo Campos e candidato a prefeito da cidade.

No discurso, Marina afirmou que Dilma e Temer são “farinha do mesmo saco” e citou a Lava Jato como um fator de descrédito da petista e do peemedebista. Candidata a vice-presidente na chapa de Eduardo Campos em 2014, antes da morte do pernambucano, ela não fez menção, no discurso, às investigações da política federal que citam o ex-aliado e integrantes do PSB, como o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB). À tarde, Marina comentou o assunto e disse que Eduardo Campos não estava vivo para se defender.

“Dilma e Temer são face da mesma moeda, farinha do mesmo saco, angu da mesma cumbuca. Quem botou Temer na linha sucessória de Dilma, não fui eu. O meu vice foi Beto Albuquerque. Foram eles que faltaram com a verdade juntos e estão juntos todos esses anos e eu digo o impeachment não é golpe. É legal, cumpre com a legalidade, mas não cumpre com a finalidade de passar o Brasil a limpo. No PT, tem pessoas denunciadas, investigadas, no PMDB também, inclusive dentro do governo. O correto seria julgar no TSE e comprovado, como mostra a Lava Jato, que o dinheiro da corrupção foi usado para fruadar as eleições o certo era cassar a chapa Dilma-Temer e convocar uma nova eleição”, declarou.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *