Mãe vê estrupo de filha .20 minutos depois, ninguém se conforma com o que ela fez com ele!

foto-pronta

Até onde vai a crueldade humana? É provável que você não tenha a resposta para essa pergunta. A maioria realmente não tem, afinal nós conseguimos superar todas as barreiras, mas não em um bom sentido.

Essa mãe, Michelle Martens é um exemplo disso. Aparentemente, ela ficou parada enquanto seu namorado, Fabian Gonzales e sua prima, Jessica Kelley, matavam sua filha Victoria.

E isso não é tudo. Minutos antes, eles teriam dado metanfetamina, a estuprado, a estrangulado, a esfaqueado e por fim, a desmembrado.

No começo, a história era um pouco diferente. Ela e o namorado teriam sido atacados por Jessica, uma estupradora condenada, naquela noite, e não tinha ideia do que havia acontecido com Victoria. “Jessica entra no nosso quarto e pergunta se eu acredito em Deus. Ela continuava a me bater, me bater, me bater, me socar”, contou ela.

Mas as coisas começaram a mudar. Michelle então disse que ela e Fabian haviam deixado a menina com Jessica e que a menina teria morrido após ter tomado metanfetamina. Além do que, eles teriam obrigado a mãe a ficar quieta logo depois de terem se livrado do corpo.

No entanto, os policiais ainda não estavam muito convencidos disso. Assim, mentiram dizendo que o namorado havia contado já absolutamente toda a verdade. Foi aí que Michelle se revelou: mesmo Victoria ter implorado por sua vida, a mãe assistiu todo o crime sentada. Para piorar, a mulher ainda fez sexo com ele, 20 minutos depois da morte da filha.

Acredite ou não, essa não foi a primeira vez. Ela já havia assistido Fabian e Jessica estuprando a menina outras vezes e ainda acredita que ele estava abusando dela já há um mês. Infelizmente, a mãe admitiu que gostava de assistir Victoria sendo violada e que já deixou que outros dois homens abusassem dela antes.

Inclusive, Michelle procura websites afim de encontrar pares sexuais para a menina. “Dessa vez, ela morreu e você não estava pronta para o tipo de animais que (Gonzales e Kelly) eram?”, perguntou o policial. “Sim, mas eu devia ter impedido”, concordou a mãe.

Já os outros dois condenados continuaram com a mentira, apontando dedos um para o outro. Mas cedo ou tarde, a verdade viria à tona.

foto-pronta

A mãe foi condenada por sequestro, abuso de crianças resultando em morte assim como Gonzales, com o adicional de estupro de crianças. O mesmo destino foi dado à Jessica.

A menina tinha acabado de fazer 10 anos e teria uma festa no dia que morreu. Seu irmão mais velho, que não estava em casa, felizmente escapou do terror.

O julgamento acontecerá só ano que vem. Esperemos que a justiça seja feita, não?!

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *