Lula no grampo disse: ‘o favelado não pode me dar dinheiro. Quem pode me dar, são os empresários’

foto-pronta

Lula Sigmaringa falam das coisas que estão sob tutela da PF, no sítio de Atibaia, que por sinal Lula antes dissera não ser dele.

Lá pelas tantas, Lula pede pro advogado que ele fale com Janot, a quem Lula diz ter ajudado para se reeleger na PGR, que ache um jeito de guardar as coisas que estão no sítio em outro lugar.

O advogado diz que não tem como, que é difícil, que Janot não vai fazer isso etc.

E então Lula diz

“Eu também não tenho como. O favelado não pode me dar dinheiro pra guardar aquilo. O sindicato não pode dar, Quem pode me dar são os empresário. A Dilma devia fazer uma medida provisória, pra me dar o dinheiro’.

Ouça após os 2:17

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *