Lobo em pele de cordeiro: pastor abusava sexualmente de garota de 5 anos dentro da igreja

foto-pronta

Os pais de uma criança de 5 anos, conseguiram descobrir através de desenhos que sua filha sofria abuso sexual. O caso aconteceu na cidade de Montes Claros, estado de Minas Gerais. Os desenhos feitos pela menina estavam nos seus pertences. Segundo informação da polícia, os abusos aconteceram dentro de uma igreja, onde a garotinha participava de aulas de inglês.

O pastor pedófilo acusado de cometer o#Crime seria o pastor secundário no templo. O autor, identificado como João da Silva, tem 54 anos e era o responsável pelas aulas de inglês da menina. O acusado foi preso nesta sexta-feira (14).

A delegada responsável pela investigação, Karine Maia, disse os pais da menina procuraram uma psicóloga quando descobriram o que estava acontecendo com a filha. Seguindo orientação da profissional, eles procuraram indícios nos pertences da garotinha, como ela gostava de ficar desenhando, os pais se depararam com várias ilustrações que apontavam o abuso sexual.

A maioria dos desenhos mostram sempre duas pessoas, uma aos prantos e a outra rindo. Em uma das imagens há uma pessoa com o pênis ereto, seria um desenho comum feito por crianças que passaram por esse tipo de situação.

De acordo com o advogado do acusado, o seu cliente afirma ser inocente e ele vai aguardar que o inquérito seja concluído para poder fazer sua defesa.

Apuração dos fatos

Segundo as investigações, a menina iniciou as aulas no ano de 2015, no mês de julho e depois acabou parando. Os pais insistiram para que a garotinha continuasse a participar das aulas, mas ela não quis e disse que “o tio fez bobagem com ela”.

Foi então que os pais procuraram uma psicóloga e pelo pastor que é o responsável pelo templo, que teve uma conversa com o colega e João teria confessado tudo. O acusado foi excluído da igreja e acabou perdendo o cargo de pastor secundário da instituição. A delegada disse que a garota relatou detalhes de como ele praticou o abuso. Ainda segundo as investigações, o pedófilo ainda intimidava a criança, dizendo saber onde era sua casa e sua escola.

A pedofilia é crime e é necessário que os pais estejam sempre atentos aos comportamentos das crianças e adolescentes.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *