Jovem que acusa Feliciano de estupro enviou fotos nua e fez ameaças!

foto pronta

Neste sábado, 06, o jornal da cidade divulgou o que seriam imagens de conversa por WhatsApp da jovem Patrícia que acusa o deputado federal Marco Feliciano, eleito pelo #PSC de São Paulo, de tentativa de estupro. Nesta sexta-feira, 05, segundo o jornal ‘O Estado de São Paulo’, um assessor do pastor evangélico chegou a ser preso acusado de sequestrar a mesma jovem, que é uma conhecida Youtuber militante da direita. Ela alegou à Polícia e também em entrevista à ‘Coluna Esplanada’, do UOL, que Feliciano tentou estuprá-la em um apartamento funcional de Brasília.

Nas conversas divulgadas pelo WhatsApp, a jovem que diz ser agredida age de forma bastante estranha e chega a enviar fotos nua para o deputado, pedindo que ele olhe sua pinta. Acredita-se agora que a mulher possa passar por algum tipo de transtorno, já que a mesma chegou a divulgar um vídeo em que aparece negando a tal entrevista e que a tal acusação seria uma intriga da esquerda. A coluna do UOL, no entanto, tem as gravações do que ela disse. O conteúdo, inclusive, já foi divulgado. Além disso, existe um boletim de ocorrência, que também foi divulgado pela mídia. Nesse, a militante acusa o pastor de tentar estuprá-la com uma faca.

As conversas vinculadas a Patrícia mostram que Feliciano parou de responder depois que ela começou a enviar fotos de corpo para ele, inclusive as que aparece tomando banho e exibindo os seios. A não resposta faz a acusadora responder que o deputado iria se arrepender, insinuando que ele poderia ter a carreira destruída por não dar a devida atenção à ela.

Neste sábado, Marco Felciano gravou um vídeo ao lado da esposa, Edileuza, no qual diz que é inocente. Ele alega ter provas, que seriam as conversas agora divulgadas na imprensa, que mostraria que a jovem enviou conteúdo sexual contra ele e fez as ameaças. Na gravação, o pastor chega a chorar ao falar da importância da família e lembra que já tentaram derrubar ele das mais variadas maneiras, porém ninguém teria conseguido até então.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *