Isso é que acontece a seu corpo se você soprar o polegar. É como se fosse magia!

foto pronta

Você  provavelmente ignora o fato de que todas as partes do corpo interatuam entre elas e que todas estão conectadas de alguma maneira com as demais. Parece óbvio, já que é um corpo só. Porém, em nosso dia a dia não pensamos nisso ou não acreditamos que seja verdade. Atualmente, esquecemos a sabedoria que os antepassados desenvolveram. No campo da medicina é principalmente a cultura chinesa que descobriu métodos de tratamento muito incomuns

Hoje em dia, duvida-se da eficácia dos métodos chineses pois, conseguimos desenvolver a penicilina, os antibióticos e, falando em termos gerais, o mundo da medicina. Porém, é possível que haja algo verdadeiro no que foi descoberto anos atrás.

Um dos descobrimentos deles foi que, pressionando alguns pontos do corpo humano, influencia-se outras áreas que aparentemente não estão relacionadas. Embora possa parecer magia, seu conhecimento se baseava na ciência e nas conexões do sistema nervoso.

Entre muitas outras conexões, descobriram uma bastante interessante: é possível aliviar a dor de garganta sem o uso de pastilhas, coçando a orelha! Como é possível? A explicação reside no sistema nervoso e em certos nervos que se escondem no ouvido. Estimular esses nervos, em particular, provoca um reflexo involuntário na garganta, um espasmo muscular que é capaz de aliviar aquela desagradável coceira, que pode inclusive chegar a ser dolorosa.

Alguma vez teve aquela sensação de “borboletas no estômago”, ou que o estômago fica vazio por estresse? Com certeza é algo muito desagradável e, na sabedoria das gerações antigas, esconde-se uma solução interessante.

Se está em um evento importante, numa reunião ou num encontro com uma pessoa que acabou de conhecer e sente que o estômago se encolhe, saiba que isso é uma reação natural do organismo quando sente estresse. Porém, é possível tranquilizar o corpo soprando o dedo polegar. Isso, em primeiro lugar, regula a respiração e controla o nervo vago, que freia o ritmo cardíaco. Para o cérebro, isso passa a informação que você não está em perigo e ele acalma as reações do organismo.

De maneira parecida, é possível aliviar a pressão dos seios paranasais causada pela fleuma pressionando a língua contra o céu da boca ou também pressionando um dedo contra cada sobrancelha. Pode prestar atenção, pois este segundo movimento é muitas vezes intuitivo e isso também tem uma razão.

Há certas conexões nervosas na palma da mão que o cérebro associa à dor proveniente do rosto. Encontra –se entre o dedo indicador e o polegar. Aplicando um cubinho de gelo nesta área, por exemplo, se tiver dentes sensíveis, pode-se bloquear a mensagem de dor proveniente dos dentes e você começa a notar uma sensação de alívio.

Ao pressionar as pontas dos dedos diretamente sobre uma área queimada, é possível minimizar a criação de bolhas e cicatrizes. Como funciona? Com essa pressão, a pele queimada volta à temperatura corporal normal de uma maneira menos impactante para o organismo e a ferida se cura mais rápido.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *