Gilberto Gil chora em show e diz que “SERGIO MORO É TERRORISTA, LULA É HONESTO”.

foto-pronta

Gilberto Gil chora em show e diz que “SERGIO MORO É TERRORISTA, LULA É HONESTO”.

O que fizeram com Lula não passa de uma das maiores praticas de terrorismo, o nosso maior líder que tanto lutou pela democracia não merecia uma desfeita dessa do Juiz Sergio moro disse Gilberto Gil.
Durante o carnaval em Salvador, o cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil afirmou que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff morreu e que a política precisa se reeducar; já sobre Lula, disse que tem esperanças de que o ex-presidente possa se livrar dessas investigações.

“Que ele possa ter saídas, que não comprometam definitivamente sua estatura, sua presença, sua história, sua dimensão de homem público, defensor dos setores menos protegidos da sociedade brasileira”.
Gilberto Gil elogiou a estratégia da presidente Dilma Rousseff de criar uma aproximação maior com a situação e os partidos da base aliada ao retomar o Conselhão, formado por 90 notáveis de vários segmentos da sociedade. “Um dos aspectos mais insistentes nas críticas que se fazem à presidente é o fato de que ela não dialoga, não investe na aproximação com os vários setores da vida política, não trabalha no sentido mais ecumênico da política. Então, tenho impressão de que os gestos todos dela são nesta direção, de tornar uma gestão mais ativa, mais partilhada”.
Ele disse acreditar que o processo de impeachment morreu e que a política precisa se reeducar. Para Gil, a Operação Lava Jato pode ser o início desse processo. Há quatro, cinco, oito anos atrás, quando vinha essa queixa contra os políticos e a corrupção, eu costuma dizer sempre: “Olha, não só são os políticos. E se a gente for olhar bem, eles não são nem os principais responsáveis”.
“A Lava Jato mostra muito claramente isso, os grandes interesses (empresariais e econômicos)”. Já sobre o ex-presidente Lula, Gil falou que tem esperanças de que ele possa se livrar das investigações. “Que ele possa ter saídas, que não comprometam definitivamente sua estatura, sua presença, sua história, sua dimensão de homem público, defensor dos setores menos protegidos da sociedade brasileira, que ninguém pode negar que ele seja um deles. Ele tem sido um deles. Enfim, tomara que ele se livre de tudo isso”.
Gil teve em 2009 um projeto seu de um DVD aprovado pela Lei Rouanet baseado no seu atual show. Seus produtores foram autorizados pelo MinC a captar o valor exato de R$ 445.362,50. Todo este dinheiro para produzir DVDs que custarão cerca de R$ 50,00, gravados em shows cujos ingresos podem custar R$ 60,00. Ou seja, os ganhos da produção ainda serão consideráveis, fora o dinheiro proveniente de renúncia fiscal.
Fora o fato de ser um absurdo em si (um artista consagrado pegando dinheiro que seria público para a confecção de um produto sobre o qual ele vai ganhar ainda mais dinheiro), Gil tem a responsabilidade moral e ética de não pedir dinheiro para o governo atual, do qual já foi parte integrante do Executivo.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *