Galvão Bueno se revolta, passa por cima da Globo e fala mal de Neymar após humilhação

foto pronta

De acordo com narrador, falta vontade e perseverança em jogadores brasileiros.

Neste domingo, 07, aconteceu uma partida entre a seleção masculina de futebol brasileira e a do Iraque. Mesmo jogando contra um time tradicionalmente mais fraco, Neymar e companhia acabaram empatando. O resultado é muito ruim. O time vem do segundo empate seguido, o que pode impedir que a bandeira verde e amarela siga em frente. O narrador da Rede Globo de Televisão, Galvão Bueno, pela primeira vez nos últimos anos, mostrou forte irritação ao comentar o final do jogo. A irritação do jornalista ficou ainda maior depois que os jogadores decidiram não comentar nada sobre o grave momento na história do #Futebol.

Galvão passou por cima da TV Globo e disse que nunca viu nada parecido em sua carreira. Ele foi ao lado do tenista Guga e o questionou sobre o fato de ter vencido e perdido muitas vezes em sua vida. O tenista então confessou que teve muitas vitórias e derrotas, mas que sempre falou sobre todas elas. Depois o narrador começou a falar de superação e disse que o individualismo de jogadores está atrapalhando o desenvolvimento do verdadeiro espírito olímpico. Na quarta-feira, 10, a seleção brasileira masculina de futebol enfrenta a Dinamarca.

Durante toda a participação, o narrador da TV Globo fez uma comparação entre os atletas masculinos e a seleção feminina, que venceu nesta sábado, 06, as suecas por um amplo placar, 5 a 1. Galvão disse que mesmo vencendo de goleada, Marta e outras jogadoras mostraram garra ao continuar no jogo, querendo fazer ainda mais gols. O esportista continuou nas críticas e pediu para a transmissão encontrar grandes momentos olímpicos, em que atletas, mesmo machucados ou sem qualquer chances de medalhas, decidiram continuar na luta por uma conquista, mesmo que essa fosse apenas terminar a prova.

Guga então lembrou que um dos grandes momentos do Brasil na Olimpíada foi no ano de 2004, quando Vanderlei Cordeiro de Lima foi empurrado durante a maratona

, mas continuou e ainda conquistou o terceiro lugar, demonstrando enorme felicidade pelo feito incrível.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *