Este homem observa, imóvel, sua filha ser estuprada por 5 homens. Ele está amarrado e não pode ajudá-la.

foto-pronta

Jes Foord e seu pai são de Shongweni, África do Sul. Eles passeiam com seu cachorrinho no parque. O cão pula alegremente em um lago. Mas, de repente, uma gangue de homens armados se aproxima.

“Quando vi os homens, pensei que queriam nos roubar”, disse Jes. “Mas em vez disso, eles amarraram meu pai a uma árvore e colocaram uma faca na garganta dele”. Os 5 homens o forçaram a assistir enquanto arrancavam as roupas de Jes e a estupravam em turnos.

“Eu estou aqui, Jes”, ele dizia durante todo o tempo. “O som da voz dele era a única coisa que me manteve sã durante o pesadelo. Mas então eles enfiaram o chapéu dele em sua boca”, relembra Jes. “Quando tudo terminou e eles foram embora, eu vi a expressão nos olhos do meu pai. Era de cortar o coração”.

Apenas dois dias depois os estupradores foram presos. Eles riram o tempo inteiro durante o testemunho de Jes, mas receberam juntos uma sentença de 107 anos de prisão. Jes Foord se recusou a deixar que o terrível evento definisse sua vida. “Eu poderia ter deixado que isso me destruísse”, diz a mulher de 28 anos. “Mas eu me sentia mais próxima do que nunca do meu pai”. Time Foord levou sua filha ao altar. “Foi maravilhoso”, relembra a mulher. “Eu nunca deixarei o que aconteceu ofuscar todas as coisas maravilhosas que aconteceram desde então.

Uma dessas coisas foi o nascimento de seus gêmeos Layla e Daniel, no ano passado. A forte jovem mulher quer lutar por um mundo melhor e mais seguro para sua filha. Desde então, ela iniciou um fundo para ajudar vítimas de estupro.

Jes Foord é uma mulher impressionante, que não deixou sua vida ser determinada por um único evento. Se a história desta mulher guerreira e lutadora também te impressionou, compartilhe-a por um mundo mais justo e seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *