Este casal fez sexo no parque e todos olharam. Mas então se depararam com o juiz mais temido do mundo.

foto-pronta

Quem quer que seja azarado o suficiente para cair na corte do juiz Michael Cicconetti, de Painesville, Ohio (Estados Unidos), precisa estar preparado. O juiz vem praticando o que ele chama de “justiça criativa” por quase 21 anos. Ele segue cegamente a máxima “olho por olho, dente por dente”. Um episódio no qual uma vítima foi autorizada a espirrar spray de pimenta diretamente na cara de um réu ilustra isso claramente. “Eu não quero que as pessoas voltem para a minha corte”, explica o pai de 5 filhos. “É por isso que não tenho medo de assustá-las. Aqui estão algumas de suas sentenças mais malucas.

1. Um casal foi pego fazendo sexo no parque. Depois, os exibicionistas tiveram que limpar o parque inteiro, incluindo TODAS as camisinhas usadas que estavam no chão. Além disso, tiveram que colocar um anúncio no jornal pedindo desculpas à cidade inteira e a todos que tinham visto o ato.

2. Uma mulher abandonou 35 gatinhos em uma floresta durante o inverno. Para fazer com que ela sentisse o que eles sentiram, ela teve que passar uma noite na floresta no meio de novembro: sem cobertor, comida, água ou cabana. Mas como as temperaturas estavam especialmente baixas neste dia, o juiz decidiu deixar que ela fizesse uma fogueira.

3. Um homem chamou um policial de porco. Sua punição: ele teve que ficar ao lado de um porco de 158 quilos na frente de uma delegacia segurando uma placa: “isso não é um policial”.

4. Um homem que dirigia bêbado foi enviado a um necrotério, onde teve que ficar olhando cadáveres de vítimas de um acidente de carro provocado por um outro motorista bêbado.

5. Uma mulher não pagou uma corrida de táxi. Michael Cicconetti ordenou que ela andasse 48 quilômetros em 2 dias, mesma distância da corrida.

6. Um homem roubou uma caixa de doações para o Exército da Salvação para pessoas sem teto. A sentença: ele teve que passar 24 horas nas ruas como se fosse um sem teto.

7. Um grupo de estudantes colegiais furou os pneus de um ônibus escolar. Um grupo de estudantes do ginásio teve que cancelar uma excursão que faria no dia seguinte. O juiz condenou os estudantes mais velhos a fazer um picnic gigante para os mais novos.

Os vereditos inventivos de Cicconetti não poupa os culpados de multas ou detenções, mas podem diminuir as sentenças. Mas quem quer que tenha o azar de cair em seu tribunal, com certeza não vai parar lá de novo! Se as sentenças criativas desse juiz também te deixaram de queixo caído, compartilhe este interessante artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *