Escravo é condenado a ser comido por cães. Mas quando eles o veem, mostram o valor da lealdade

foto pronta

Um rei tinha dez cães muito violentos e que eram usados para torturar e comer os servos que cometiam erros contra o líder daquele povo. Em determinado dia, o rei se decepcionou com um de seus empregados mais antigos e resolveu aplicar a mesma pena sobre aquele homem que o serviu durante uma década.

Na tentativa de salvar a própria vida, o servo questionou o rei: “Eu o servi por dez anos e você faz isso comigo?”, afirmou. Ao perceber que sua pergunta não tinha gerado nenhum efeito, ele então fez um último pedido: “Por favor, me dê dez dias antes de me lançar aos cães”, suplicou.

O rei então concordou com o pedido e permitiu que ele ficasse dez dias preso sobre vigilância. Nesse meio tempo, o servo pediu ao guarda para alimentar os cães enquanto estivesse preso. Mesmo não entendendo muito bem, o guarda permitiu e então o serviçal condenado ficou responsável pela limpeza, alimentação e cuidado com os animais.

Passados os dez dias de prazo, o empregado condenado foi para sua execução. O rei, como de costume, ordenou que o jogassem aos cães, e para a supresa de todos, nenhum dos animais atacou o homem e começaram a lambê-lo. O rei, sem saber o que fazer, disse nervoso: “O que aconteceu com os meus cães?”

O servo respondeu com simplicidade: “Eu servi os cães por apenas dez dias e eles não esqueceram do meu serviço. No entanto, eu o servi por dez anos e você se esqueceu de tudo no meu primeiro erro!”.

Então, o rei vendo seu erro desumano, ordenou que libertassem o escravo e teve uma das maiores lições que alguém poderia ensinar em sua vida. Sem sombra de dúvidas, isso serve como um belo recado para todos nós que geralmente julgamos as pessoas por um erro, esquecendo muitas vezes da sua história completa.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *