Bebê de 10 meses morre depois de ser violentada pelo namorado da mãe!

foto-pronta

Emmaleigh uma recém-nascida de apenas 10 meses de idade, morreu depois de supostamente ter sido estuprada e agredida pelo namorado da sua mãe.

Benjamin Ryan Taylor, 32, do norte da Virginia, foi preso e acusado de estuprar a bebê. A mãe da menina, Amanda Leigh diz que acordou de madrugada e encontrou sua bebê nua e sangrando em seu quarto. Imediatamente ela ligou para a polícia, mas quando eles chegaram encontraram Taylor tentando limpar algo na sua virilha. Depois de todos os exames, a polícia descobriu que o que ele estava tentando limpar era o sangue de Emmaleigh.

Cobertores e roupas da recém-nascida também estavam cobertas de sangue, perto do porão onde provavelmente Taylor violentou a bebê.

foto-pronta

Taylor disse que não sabia como a bebê foi ferida, disse que ela desmaiou enquanto ele lavava roupa. Ele não é o pai da menina.

Mesmo lidando com muitos casos de violência terríveis, a polícia ficou horrorizada com o que aconteceu com a criança.

“Eu nunca vi qualquer coisa dessa natureza em toda minha vida”, disse o policial.

Infelizmente, Emmaleigh não resistiu aos ferimentos pois além da violência sexual, ela também teve traumatismo crâniano e morreu horas mais tarde na UTI.

foto-pronta

“Em primeiro lugar, gostaríamos de agradecer a polícia pela sua investigação profunda. Acreditamos que ela aponta diretamente para Benjamin Taylor como responsável por este ato hediondo. Em segundo lugar, queremos agradecer o hospital e os funcionários por seus esforços na tentativa de salvar e prolongar a vida de nossa filha. Finalmente, gostaria de assegurar para qualquer pessoa com qualquer dúvida que este crime contra uma criança inocente foi certamente executado por um monstro que se disfarçou de amigo carinhoso”, escreveu Rick Grunes, avô de Emmaleigh.

A família postou fotos de partir o coração com a bebê e criaram uma página no GoFundMe para ajudar com as despesas médicas e funerárias. A página já arrecadou mais de US$ 20.000 (cerca de R$ 64.000 mil).

Através de sua conta no Facebook, Taylor escreveu uma frase anunciando: “Eu nunca vou pedir desculpas por ser um maníaco sexual”.

foto-pronta

Desde então, Taylor está detido e tem que pagar uma fiança de US$ 2 milhões de dólares. Se condenado pelo primeiro grau pela acusação de agressão sexual ao bebê, ele ainda pode pegar entre 25 a 100 anos de prisão.

A história de Emmaleigh é um alerta para todas as mães solteiras terem um cuidado extremo com quem elas decidem colocar em casa para viver junto com os seus filhos. Às vezes, o mal pode estar dentro da sua própria casa.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *