Atleta tira sangue da cara de Neymar e ataca: ‘precisa deixar de ser soberbo’

foto-pronta

O atacante boliviano Yasmani Duk, que agrediu o jogador Neymar em campo no último jogo da seleção brasileira nas eliminatórias da copa, deu uma entrevista neste sábado, 08, à imprensa esportiva de seu país. Após dar uma cotovelada do suposto namorado da atriz Bruna Marquezine, fazendo até sair muito sangue de seu rosto, ele decidiu atacar novamente o jogador.

Dessa vez, no entanto, os ataques não chegaram ao campo físico, mas sim ao comportamento do atleta do Barcelona, que chegou nesta semana a seu gol número 300 como profissional. Yasmani disse que não tinha vontade de quebrar a cara de Neymar, tampouco de machucá-lo. No entanto, segundo ele, durante o jogo de quinta-feira, 06, o famoso do mundo da bola teria sido muito desrespeitoso e arrogante.

“Para ser o melhor do mundo, ele precisa deixar de lado a soberba, precisa respeitar mais seus adversários”, explicou o atleta à imprensa da Bolívia. Ele ainda comentou a dura derrota sofrida pela sua seleção para a do Brasil. O time levou uma goleada de cinco a zero na Arena das Dunas. Essa foi uma das melhores performances dos atletas do time canarinho na era Tite.

O técnico realmente tem feito uma verdadeira revolução na maneira como o futebol tem que ser levado na seleção. Uma das medidas adotadas por ele foi tirar a braçadeira de capitão de Neymar para tentar diminuir as atenções em torno do esportista. Agora tal braçadeira é dividida entre os jogadores titulares, mudando a cada jogo.

No jogo em que levou a cotovelada, Neymar teve mais uma atuação decisiva. Além de fazer um dos gols, ele deu outros dois passes que geraram finalizações capazes de alterar o placar positivamente para o Brasil. O técnico Tite, depois de ver seu melhor jogador apanhar, acabou colocando William no lugar dele.

Na entrevista dada à imprensa de seu país, o atleta boliviano explicou que não planejou agredir Neymar e disse que o futebol é um esporte de contado. “Infelizmente, aconteceu”, amenizou ele, que não poupou as alfinetadas a um dos maiores nomes do futebol.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *