(ALERTA) Conheça o risco silencioso de se morrer no banho!

foto pronta

Um casal de namorados, estudantes do curso de Química da UFRJ, foi encontrado morto, em uma casa, na cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, na última terça-feira (23). Segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal), Maira Nuldeman, de 23 anos, e Rafael de Paula Campos, de 20 anos, morreram por conta de uma intoxicação por gás. Os dois estavam nus e abraçados dentro do box.

A inalação de gases perigosos leva à morte em poucos minutos e não dá chance de defesa às vítimas. Uma ventilação adequada do ambiente e cuidados com a instalação e manutenção dos aparelhos à gás, como aquecedores, e fogões com botijão de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo, são fundamentais para evitar mortes.

A Asmirg-BR, associação Brasileira de Revendedores de GLP, fez um alerta ao Ministério Público Federal para que sejam adotadas medidas extras de orientação para os consumidores e usuários de locais onde existem botijões e aparelhos à gás. “Deveria ter uma indicação mais clara e direta sobre o risco de morte ao inalar. Além de uma orientação sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar uma intoxicação acidental”, disse Alexandre Borjaili.

A intoxicação acidental geralmente acontece por conta da inalação de monóxido de carbono, que ao atingir a corrente sanguínea leva a um quadro de letargia, sonolência e vertigem. “É uma situação sem aviso-prévio. A vítima, muitas vezes, não tem tempo de reação. Não consegue nem sair do banheiro ou do ambiente onde está o gás. É um risco silencioso e fatal”, diz Paulo Tanus Átem, especialista em sistemas de gás natural e diretor da PI ATEM Consultoria e Assessoria Técnica.

Para evitar este tipo de acidente é preciso tomar muito cuidado com a instalação dos aparelhos e seguir à risca as orientações do fabricantes. “As adaptações devem ser evitadas”, diz Átem. Outro ponto importante é a atenção aos pré-requisitos exigidos para o ambiente onde o aparelho será instalado. “Deve ter dois pontos de ventilação. Um superior e outro inferior, geralmente, uma fresta na parte de baixo da porta”, diz.

Em setembro do ano passado, uma família inteira morreu por intoxicação acidental quando uma das filhas estava usando o chuveiro à gás. A tragédia aconteceu em Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana.

Reforma em casa

A ventilação deve ser permanente, se for uma janela basculante, é necessária a instalação de uma trava para que ela nunca fique totalmente fechada.

Em apartamentos deve se evitar reformas grandes de reduzem a segurança. “As construtoras, geralmente, entregam as unidades com a área de serviço aberta e com muita ventilação. Ao longo do tempo, para evitar insetos, barulho e chuva, o proprietário vai fechando a área de serviço e isto atrapalha a ventilação de todo o apartamento”, diz Átem.

O monóxido de carbônico e tóxico e asfixiante, com menos de 100 ppm (partes por milhão) no ambiente já existe o risco de morte.

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *