A posição em que você dorme revela tudo sobre seu relacionamento!

foto-pronta
Todo mundo tem lá as suas manias quando se trata de dormir – tem gente que dorme pelada, outros que fazem um verdadeiro ninho de travesseiros, gente que só dorme com os pés para fora da coberta. E quando se trata da vida a dois, os casais precisam se adaptar aos hábitos do parceiro.
Se, por acaso, nem tudo são flores no seu relacionamento, uma forma de economizar muito nas contas com o terapeuta é olhar mais de perto para a forma como você e seu amado/a dividem a cama. Surpreendentemente, a linguagem corporal durante o sono pode revelar muito sobre um relacionamento, inclusive sobre a vida sexual do casal. “É um medidor interessante, principalmente quando há coisas que as pessoas não se sentem confortáveis para dizer em voz alta”, diz Patti Wood, autora e especialista em linguagem corporal há mais de 30 anos. Os resultados dos estudos de Wood já foram verificados por inúmeros terapeutas comportamentais em seu trabalho diário.
1. O clássico: a conchinha 

Um quinto de todos os casais opta por esta posição. Nela, um dos parceiros enlaça o outro de forma protetora. Como a posição coloca o parceiro “protegido” em uma posição sexualmente vulnerável, ela também significa “eu confio em você”. A conchinha é muito popular entre casais novos que querem muito contato físico.

2. A conchinha “casual” 

Essa variação tende a ser a escolha de casais mais estabelecidos, para quem é importante encontrar uma posição cômoda para dormir. O aspecto sexual da conchinha dá lugar à confiança.

3. A fuga 

Esta posição é similar à conchinha, exceto que um dos parceiros acaba “banido” para a beirada da cama. Por um lado, isso pode significar que o parceiro “caçador” é um pouco mandão ou que o parceiro “caçado” se sente incomodado e precisa de mais espaço.

4. A salada 

Esta posição extremamente íntima acontece frequentemente entre casais muito apaixonados ou logo após a relação sexual. Mas cuidado, um exagero aqui pode significar dependência excessiva e pode até impedir o outro de dormir.

5. O nó desfeito 

Aproximadamente 8% dos casais começa com a “salada” e, após alguns minutos, termina assim. Esse, na verdade, é um bom sinal. Significa um meio-termo entre a proximidade e a dependência.

6. De costas 

Ao contrário do que você possa imaginar, dormir assim é um bom sinal. Os casais se sentem conectadas, mas auto suficientes ao mesmo tempo. Se você está entre os 27% que dorme assim, significa que você e seu parceiro encontraram o meio-termo perfeito entre a proximidade e a independência. E, já que ninguém nunca sabe o que o outro está fazendo pelas costas, esta posição indica também confiança total, desta vez de ambas as partes.

7. Costas com costas 

Esta variação da posição acima é bastante rara, normalmente restrita aos casais no auge da paixão. A confiança está lá, mas ainda há um forte anseio por contato físico.

8. O abraço romântico 

Casais que dormem assim demonstram alto grau de confiança. No começo do relacionamento, esta posição é frequente, mas com o tempo se torna cada vez mais rara.

9. Os pés enlaçados 

Se o seu parceiro não dorme sem enrolar os pés ou as pernas em você, isso demonstra um anseio por maior intimidade sexual ou emocional. A sua cara-metade simplesmente não se cansa de você!

10. O dono da cama 

Cuidado! Seu parceiro é egoísta e está te constringindo. Uma conversa séria talvez seja necessária aqui para assegurar um equilíbrio no relacionamento. 3% dos casais vive este tipo de relação.

Esses são apenas alguns indicadores de como anda um relacionamento. Obviamente, existem outros. Por exemplo, quem dorme com a cabeça mais próxima do topo da cama é normalmente o parceiro mais dominante. Por outro lado, se o aspecto sexual não anda bem, experimente dormir sem roupas – faz maravilhas!

Incrível como pode ser fácil ter uma visão geral de como anda a saúde do seu relacionamento! Se você se identificou com algum aspecto deste artigo, compartilhe-o e ajude outros casais a aprender um pouco mais sobre si mesmos!

(Via agencia de noticia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *